Intel revela novo processador i9 com 18 núcleos

Com o anúncio do i9 Extreme Edition a Intel oficialmente reabre a antiga briga de foice entre as duas empresas e reaquece o mercado de processadores. A GPU Intel HD onboard garante o gerenciamento de energia, ainda que não sejam máquinas que rodarão Crysis deverão pelo menos segurar as pontas do Windows 10 com mais desenvoltura. Preços chegam a até US$2 mil.

Já para quem tem bala na agulha a Intel apresentou produtos bem mais interessantes.

A Intel anunciou nesta terça-feira (30) a nova linha de processadores, chamada de Core X-Series, que renovará as famílias Core i5, Core i7 e trará à Core i9 o primeiro chip voltado a consumidores finais com 18 núcleos e 36 threads (núcleos virtuais).


Mas a evolução tecnológica da Intel vem acompanhada de opções para todo tipo de bolso.

Esse, no entanto, é o mais potente dos novos Core i9. Finalmente, há também um novo Core i5 de quatro núcleos e quatro threads, que é o mais baratinho da nova linha, custando US$ 242 (cerca de R$ 780). Todos esses novos chips chegam "nas próximas semanas", de acordo com a fabricante. A Intel deixa claro que tais processadores são voltados para o usuário hardcore que deseja a performance definitiva. Como já referimos inicialmente, o Core I9-7980XE Extreme Edition será o mais potente e o mais caro, no entanto, haverá modelos abaixo.

Há ainda chips da família Core i9 com 16 núcleos (US$ 1,7 mil), 14 núcleos (US$ 1,4 mil), 12 núcleos (US$ 1,42mil) e 10 núcleos (US$ 1 mil). Com clock não revelado ele possui nada menos que 18 núcleos e 36 threads, e segundo a fabricante ele é o primeiro processador da empresa dedicado ao consumidor final a bater a marca de 1 Tflop/s de poder computacional. Cerca de US$ 1 mil - pouco menos de R$ 3,3 mil em conversão direta. Todos os novos modelos contam com clock base de 3,3 GHz, podendo ser aumentado para 4,3 GHz com o uso da tecnologia Turbo Boost 2.0 e 4,5 GHz com a ativação do Turbo Boost Max 3.0. Todos os chips são compatíveis com o novo socket LGA 2066 e não demorar para as novas placas-mãe chegarem ao mercado.


Popular

CONNECT