Americano esteve preso 17 anos por crime cometido por sósia

Um americano passou 17 anos preso por um roubo que na verdade foi cometido por um sósia. Richard Anthony Jones foi libertado depois de testemunhas terem afirmado que não conseguiam distinguir os dois homens.

"Não acredito em sorte, mas acredito que fui abençoado", disse Jones ao jornal Kansas City Star .

Os defensores do homem inocente acabaram descobrindo que Ricky (o sósia) morava próximo de onde o assalto ocorreu, ao passo que Jones morava longe do local.

Analisando as imagens dos dois homens, o juiz entendeu que era quase impossível diferenciar um do outro e concluiu que não havia argumentos suficientes para mantê-lo na prisão. Mas, apesar de não dizer que o culpado é Ricky, o juiz afirmou que, com base nas novas provas, nenhum jurado condenaria Jones pelo crime "em sã consciência".

Há dois anos, contudo, ouviu falar de um homem que seria semelhante a si na prisão e que tinha o seu nome. "Todos os meus apelos foram negados".


Mas, em 2015, Jones falou com pesquisadores da ONG Midwest Innocence Project - grupo que ajuda prisioneiros condenados por erro - sobre um homem chamado Ricky de quem tinha ouvido falar. A condenação de Jones foi baseada apenas nos depoimentos das testemunhas.

Segundo alguns dos seus companheiros na prisão lhe disseram, os dois eram muito parecidos. Além disso, não havia quaisquer evidências físicas que ligassem Jones ao crime, como por exemplo, amostras de DNA ou impressões digitais. "Quando vi a foto do meu sósia, tudo fez sentido para mim".

Já Jones também vivia numa cidade de mesmo nome, Kansas City, mas em outro Estado, no Missouri. O homem preso injustamente tornou-se alvo de investigações três meses após o assalto, quando uma foto sua foi selecionada em uma base de dados policial por um indivíduo que encontrou Jones uma única vez, e que naquela ocasião, estava sob o efeito de entorpecentes.

O norte-americano Richard Anthony Jones finalmente pôde respirar aliviado, após quase duas décadas vivendo um pesadelo.

Richard Anthony Jones diz agora estar feliz por ter voltado ao convívio da sua família, e a tentar adaptar-se à sua nova vida fora da prisão.


Popular

CONNECT