Flamengo empata com Avaí e mantém crise

ÁRBITRO - Paulo Schleich Vollkopf (MS). Quem saiu na frente do placar foi o Avaí, em finalização precisa do atacante Romulo. O 1 a 1 teve gols de Romulo e de bicicleta de Leandro Damião, mas ficou marcado por um pênalti inexistente assinalado para os donos da casa e no qual a arbitragem recuou na decisão, o que causou muita polêmica.

Com o empate, o Avaí chega a cinco pontos e ocupa a 17ª colocação. Apesar das mudanças, o Rubro-Negro mais uma vez não conseguiu imprimir seu ritmo de jogo, e acabou deixando o território catarinense com empate em 1 a 1, e com sua quarta partida consecutiva sem um triunfo sequer. Com apenas uma vitória no Campeonato, o Rubro-Negro carioca já flerta com a zona do rebaixamento com apenas sete pontos.

O técnico Zé Ricardo convocou o argentino Darío Conca para o confronto, mas mesmo assim optou por mais uma vez não promover a estreia do jogador, que desde o início do ano vinha se recuprando de uma lesão no joelho, mas já foi liberado pelo departamento médico. O criticado goleiro Alex Muralha ficou no banco e o jovem Thiago, das categorias de base, iniciou entre os titulares. Juan lançou Diego Tavares em velocidade e ele caiu depois de disputar com Everton. A segunda metade, porém, apresentou uma melhora do Avaí, que equilibrou a posse de bola e apostou nas bolas paradas de Marquinhos. Com isso, o primeiro tempo foi truncado e com jogadas de ataque de pouca objetividade. Vinicius Júnior deu bom chute antes do relógio marcar o primeiro minuto. Em seguida, o Avaí teve a chance com Willians, que mandou para a área da direita, e Juan tirou dos pés de Rômulo. Mais do que equívocos, o Rubro-negro se mostrou extremamente desorganizado.

A partir daí houve a consulta com os auxiliares e após dois minutos o pênalti foi anulado. O Avaí ainda comemorava quando Leandro Damião em lance acrobático empatou para o Rubro-Negro de bicicleta. Juan descolou outro lançamento nas costas da defesa. O próprio Juan pegou a bola para bater, mas o juiz decidiu rever sua decisão e anular o pênalti.


O fim do jogo foi marcado por muita confusão. Exaltado, Marquinhos fez gestos de que o árbitro estaria "roubando" e foi expulso - ele já havia sido substituído.

Ambos os times voltam a campo na próxima quarta-feira, em jogos válidos pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Avaí viaja até Goiânia, onde enfrenta o Atlético-GO, às 19h30.

Avaí: Maurício Kozlinski, Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson, Marquinhos (Pedro Castro) e Juan; Willians (Diego Tavares) e Rômulo.


Popular

CONNECT