Morre ex-vocalista do Cavaleiros do Forró, Eliza Clívia, aos 37 anos

Morreu no início da tarde desta sexta-feira, 16, no centro de Aracaju, no cruzamento da rua Maruim com a rua Arauá, uma das primeiras cantoras de forró eletrônico no Brasil, a cantora Eliza Clívia. O estado de saúde dele não foi revelado.

Atualmente a cantora estava fazendo carreira solo e tinha programação extensa neste período junino.

Eliza estava fazendo divulgação do seu trabalho e de um show na cidade, no deslocamento para uma rádio acabou se envolvendo em um acidente. "Cheguei Aracaju! Já estou aqui na tvAperipê, com o querido Nivaldo Cândido daqui à pouquinho no ar, no programa Segurança em Alerta", dizia o texto.


Sérgio Ramos era esposa de Eliza Clívia também era baterista da banda. São eles: João Paulo Tavares da Silva, Cleberton José dos Santos e Paulo Texeira de Carvalho.

Além do casal, outras três pessoas da equipe estavam no carro. "Que Deus conforte os corações de todos nesse momento", escreveu um fã.

Eliza é natural do município de Livramento, Cariri paraibano. Em 2003, entrou para a banda Caveleiros do Forró, com a qual chegou a gravar nove discos e seis DVDS. Dez anos depois, anunciou o desligamento do grupo ao lado do músico Jaílson Santos, então marido. Os outros três passageiros sobreviveram com alguns ferimentos pelo corpo.


Popular

CONNECT