Com estádio vazio, abertura da Copa das Confederações apresenta cidades russas

A anfitriã Rússia estreou-se hoje com um triunfo tranquilo na Taça das Confederações em futebol, ao bater a Nova Zelândia por 2-0, em São Petersburgo, num embate que dominou por completo.

O segundo encontro do Grupo A realiza-se domingo, entre o campeão europeu Portugal e o México, a partir das 18:00 locais (16:00 em Lisboa), em Kazan.

Aos poucos, percebendo a fragilidade dos rivais, o time da casa também não forçou tanto o jogo, preferindo segurar a bola e administrar o duelo.

A Nova Zelândia, por sua vez, tentou jogar dentro de suas características, fechada, mas viu o adversário construir o placar em tarde infeliz do zagueiro Boxall, que marcou o primeiro gol contra e falhou no segundo. No mesmo dia, o Grupo B terá sua primeira partida realizada, entre Camarões e Chile, às 15 horas, em Moscou. Michael Boxal abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo, fazendo contra depois de toque de Glushakov na saída do goleiro. No caminho para o gol, McGlinchey afastou o perigo.


Shprygin estava no grupo de torcedores russos expulsos da França depois que episódios de violência ocorreram durante a partida da seleção russa contra a Inglaterra, em Marselha, pela Euro 2016. Apenas aos 24 minutos o segundo gol saiu. O goleiro neozelandês Stefan Marinovic ainda evitou a goleada dos russos em pelo menos quatro oportunidades, além de contar com a sorte de uma bola na trave. Mas justamente quando a Nova Zelândia parecia menos sofrer, saiu o primeiro gol. Logo aos dois minutos, Poloz recebeu cruzamento da direita e cabeceou para grande defesa de Marinovic.

Marinovic se transformava em um dos personagens da partida e voltou a salvar a Nova Zelândia aos sete, em bela finalização de Poloz.

O segundo gol fez a Rússia relaxar, e aí, a Nova Zelândia quase chegou ao gol de honra. Em rápida jogada, com a defesa aberta, Samedov cruzou e Smolov só empurrou para as redes, ampliando a vantagem, aos 23. Na cobrança de escanteio, Smith desviou de cabeça e Zhirkov tirou em cima da linha.

- Rússia: Igor Akinfeev, Viktor Vasin, Georgy Dzhikya, Fedor Kudriashov, Alexander Samedov, Yury Zhirkov, Denis Glushakov, Aleksandr Erokhin (Dmitry Tarasov, 77), Aleksandr Golovin, Fedor Smolov (Alexey Miranchuk, 90) e Dmitry Poloz (Aleksandr Bukharov, 64).


Popular

CONNECT