O brasileiro Marcelo Melo é campeão nas duplas de Wimbledon

Neste sábado, em uma batalha de 4h40min, o mineiro Marcelo Melo, ao lado do polonês Lukasz Kubot, venceu a dupla formada por Oliver Marach e Mate Pavic por 3 sets a 2, parciais de 5-7, 7-5, 7-6 (2), 3-6 e 13-11, na final do Grand Slam britânico.

Mais informações em breve. A melhor colocação de Marcelo Melo em Wimbledon foi em 2013, quando chegou ao segundo lugar com a parceria com o croata Ivan Dodig.

A partida foi extremamente equilibrada desde o início da partida, com ambas as duplas confirmando seus serviços sem ceder quebras de saque.

No segundo set, Melo e Kubot foram absolutos com o serviço na mão, pois não cederam nenhuma oportunidade de quebra aos adversários, e ainda converteram um de três break points para aplicarem o 6/4 e ficarem mais próximos do triunfo.

A conquista é a 27ª de Melo na carreira, quinta no ano com Kubot e terceira seguida dele e da dupla invicta na grama no ano com 14 vitórias e títulos em Hertogenbosch, na Holanda, e Halle, na Alemanha. A pausa fez bem à dupla do brasileiro, que voltou confirmando o serviço e abrindo vantagem.

Agora ele terá pela frente um tenista com retrospecto bem mais modesto, o croata Marin Cilic.

Mas Marach e Pavic não se entregaram. Na sequência, precisaram de cinco sets para eliminar o austríaco Alexander Peya e o alemão Philipp Petzschner. As duplas não cometeram erros na rodada, e ambas ganharam todos os games em que sacavam, levando o set para um tie-break, que foi vencido por Melo e Kubot, com um placar de 7/2.

A final de Wimbledon foi decidida apenas no quinto e último set, caracterizado pelo principais aspectos da partida: o equilíbrio e o baixo número de erros. O quarto set foi o completo oposto do que o jogo vinha sendo.

Melo confirmou seu saque e, com Pavic no serviço, ele e Kubot tiveram dois match points. A dupla já havia confirmado o saque anteriormente e garantiu o título de duplas masculinas em Wimbledon.


Popular

CONNECT