Serras catarinense e gaúcha podem ter neve

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), nas áreas de serra do Rio Grande do Sul e Santa Catarina haverá condições para formação de geada e até neve em alguns pontos isolados, além de possibilidade de ventos fortes e risco de mar agitado.

A grande sensação desta nova massa de ar polar sem dúvida será a neve.

A menor temperatura registrada no país em 2017 aconteceu em Bom Jardim da Serra, em Santa Catarina, com -5,7°C medidos pelo Inmet e Epagri-Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina) em 26 de junho. Além da neve há chance também de fenômenos como chuva congelada e sincelo. Não há condições para nevar no dia 16 porque o ar ainda não estará suficientemente frio e nem úmido sobre o Sul do Brasil para que haja a formação de nebulosidade e de cristais de gelo. É preciso ter umidade para formar as nuvens. Para a segunda-feira a previsão ainda é de ventania e de frio mais intenso com o deslocamento do centro da massa fria sobre a Região. No dia 17, o frio intenso será a bola na marca do pênalti, o Sul do Brasil o gol e o goleiro estará fora da sua posição para tentar a defesa. No dia 18 de julho, a bola entra com tudo e mais 100 sobre o Sul do Brasil. De acordo com alerta do Instituto Climatempo, os estados do Sul, além do Mato Grosso do Sul, devem ser os primeiros a sentirem os efeitos.

Antes de chegar ao Brasil, esta forte onda de frio põe a maioria das áreas da Argentina dentro do freezer.

A neve também chegou na noite de sábado ao Sul da província de Buenos Aires com flocos branqueando a região de Bahia Blanca. O serviço nacional de meteorologia da Argentina emitiu na sexta-feira, 14, um aviso especial alertando para a possibilidade de nevar em áreas mais elevadas da província de Buenos Aires que ficam no sul/sudoeste da região. "Quase todos os modelos numéricos analisados coincidem em indicar a ocorrência de neve na segunda-feira, mas divergem sobre a abrangência do fenômeno, a intensidade e o período favorável do dia", informa o boletim assinado pelos meteorologistas Luiz Fernando Nachtigall e Estael Sias.


Popular

CONNECT