Bolt lesiona-se na última corrida da carreira

Na final do revezamento 4x100m masculino do Mundial de atletismo de Londres foi a última prova de Usain Bolt e a despedida foi marcada por uma lesão nos metros finais da prova.

Reconfortado pelos colegas, a Bolt ainda foi sugerida uma cadeira de rodas para o ajudar a recolher aos balneários, mas o jamaicano acabaria por deixar a pista pelo próprio pé, numa despedida que seguramente não esperava e que lhe deixa ingratas recordações dos últimos Mundiais em que competiu. A Jamaica de Bolt não conseguiu concluir a prova. "Não há palavras para descrever como estou me sentindo".


O término não foi do jeito que se imaginava, já que o jamaicano ficou com apenas com a medalha de bronze na disputa dos 100m, no último fim de semana, após ser superado pelos americanos Justin Gatlin e Christian Coleman, que ficaram com o ouro e prata, respectivamente. Asafa Powell, Yohan Blake e Mickel Ashmeade, e Bolt detém ainda o recorde mundial da categoria, que não está perto de ser batido por seus rivais, com 36.84s, conquistado também em Londres, mas na Olimpíada de 2012. Os Estados Unidos, que não são campeões há dez anos, ficaram em segundo e o Japão em terceiro.


Popular

CONNECT