Standard & Poor's retira observação negativa da nota de crédito do Brasil — INTERNACIONAL

A S&P retirou a observação negativa sobre o rating e passou a ter uma perspectiva negativa.

A agência destacou que, desde que colocou a avaliação do país em observação negativa, em maio, a economia deu sinais de estabilização apesar da situação política.

Reforma trabalhista - A agência também ressalta a aprovação da reforma trabalhista e que o governo continua empenhado em aprovar a reforma da Previdência, "contendo o crescimento da despesa para minimizar o desvio de seus objetivos fiscais primários e avançar sua ativa agenda de reforma microeconômica". Nessa terça (15), o ministro ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, havia dito não esperar que haja mudanças na nota de rating do Brasil por causa da alteração de metas. "Temos explicado para agências e investidores internacionais [as mudanças] com detalhes".


"O cenário político parece mais estável após o presidente Temer sobreviver a votação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em junho e pelo Congresso", disse a agência.

A empresa de classificação de risco diz ainda que a perspectiva negativa reflete o risco de rebaixamento dentro dos próximos seis a nove meses.


Popular

CONNECT