Pedro Palma despediu-se de Cristina Caras Lindas com um presente especial

Ao falar da morte do fotógrafo Pedro Palma, que aqui lhe demos conta, o jornal faz referências ao carro onde o corpo foi encontrado, ao modelo e ao suplemento sobre automobilismo do grupo a que pertence o Correio da Manhã.

A localização do carro foi revelada ao destacamento de Sintra da GNR por pessoas que tinham conhecimento do desaparecimento de Pedro Palma, de 58 anos.

A autópsia vai realizar-se, na quinta-feira, no Instituto Nacional de Medicina Legal (INML), em Lisboa.

A Polícia Judiciária está a investigar a morte do fotojornalista e cartoonista, que, segundo a família, citada pela agência Lusa, estava desaparecido desde a passada quinta-feira.

Pedro Palma despediu-se de Cristina Caras Lindas com um presente especial
Pedro Palma despediu-se de Cristina Caras Lindas com um presente especial

Uma fonte da GNR de Sintra explicou que a viatura "estava fechada" e que, por indicação da PJ, foi transportada para as instalações da GNR de Alcabideche, concelho de Cascais, para a realização de "inspeção judiciária" e recolha de elementos de prova. Dentro do carro foi encontrada uma garrafa de vodka e o corpo estava descalço. As autoridades estão a trabalhar sobre um cenário de suicídio.

Cristina Caras Lindas recorreu às redes sociais para fazer uma homenagem ao fotógrafo Pedro Palma, depois da Comunicação Social noticiar a descoberta do corpo na zona de Sintra. Nas fases piores dizia que queria que o aneurisma tivesse rebentado e tivesse morrido logo, mas nunca disse que se queria matar. Mas instantes antes de desaparecer, o fotojornalista publicou na sua página de Facebook um estranho vídeo que apresentava apenas 10 segundos de ruído branco e 'chuva'.

João Pedro Palma foi casado com a bióloga e escritora Clara Pinto Correia.


Popular

CONNECT