Homem que se jogou em fogo durante festival era americano

Na noite desse sábado (2), durante a queima de uma imensa escultura humana, um dos pontos altos do evento, Aaron Joel Mitchell, de 41 anos, conseguiu furar o bloqueio de seguranças e se atirou contra as chamas. Exames iniciais mostram que a vítima não estava sob efeito de álcool. "Não sabemos se foi intencional da sua parte ou se foi apenas induzido pelas drogas. Ainda não temos a certeza", indicou oxerife do condado de Pershing de Nevada, Jerry Allen. Mitchell era um dos festivaleiros.

As tentativas de resgatar Mitchell foram dificultadas pelo facto de parte da estrutura estar a cair naquele momento.

As pessoas tentam entrar no fogo como parte da porção espiritual de Burning Man. O significado do homem a queimar-se é apenas um tipo de renascimento, queimam o homem no chão, um novo capítulo começou.

O Burning Man, também conhecido como o festival mais louco do mundo, termina esta segunda-feira e promete queimar tudo para não deixar qualquer rasto, tal como manda a tradição.

Homem que se jogou em fogo durante festival era americano
Homem que se jogou em fogo durante festival era americano

Este ano, o tema foi Ritual Radical, uma "metrópole temporária dedicada à comunidade, à arte, à auto-expressão e à auto-suficiência".

O Festival chegou a ser cancelado durante a manhã de domingo, mas a agenda retornou ao normal após as 20h do mesmo dia.

Em 2014, um homem morreu, em Utah, ao saltar para uma grande fogueira, na cerimónia de um evento semelhante ao Burning Man. Esse caso foi investigado como um suicídio.


Popular

CONNECT