I Liga: Moreirense - Sporting (declarações)

Na primeira parte o Sporting não foi a equipa que foi na segunda. Não esperou para ver para quem ia a bola.

Na segunda parte, é normal que as coisas mudassem com uma equipa que quer ser campeã.

Além das questões técnicas, disse aos meus jogadores que podíamos parar a senda vitoriosa que o Spoting vinha a viver.

Não há altura boas para perder pontos, mas há alturas piores do que outras e para o Sporting os dois pontos que neste sábado deixou em Moreira de Cónegos, frente ao Moreirense, antepenúltimo da classificação, foram perdidos num péssimo momento. Fizemos um golo e tivemos a possibilidade de fazer o 2-1.


Numa primeira parte bastante equilibrada, foi o Moreirense quem chegou primeiro ao golo. Do canto nasceu a igualdade, cortesia de Aberhoune, o central do Moreirense que fez autogolo. No intervalo, conversámos e os jogadores perceberam que tínhamos de ser uma equipa de combate. "Fizemos uma seugnda parte com muita intensidade, com querer, com alma", realçou, em declarações à Sport TV.

Acho que [os jogadores] não [estavam a pensar no jogo com o Barcelona].

Jogo com o Barcelona na cabeça: "Penso que não".

Tozé ainda respondeu e rematou para defesa apertada do guardião sportinguista, aos 62 minutos, mas Gelson Martins mostrou com um remate, que esbarrou na trave (66 minutos), que, a uma semana do 'clássico' com o líder FC Porto, só a vitória servia ao Sporting.


Popular

CONNECT