16h10Aviões militares dos Estados Unidos voam perto da Coreia do Norte

Segundo o Pentágono, a intenção foi enviar uma "mensagem muito clara" a Pyongyang, avança o Euronews.

"É o mais longe que algum caça norte-americano ou bombardeiro voou na Zona Desmilitarizada ao longo da costa da Coreia do Norte no século XXI, confirmando o quão seriamente nós levamos em conta o comportamento negligente da Coreia do Norte", referiu a porta-voz do Pentágono.

Tanto a Coreia do Sul como o Japão seguem atentos ao evoluir da situação, apelando a que seja evitado um conflito aberto na Península da Coreia.


Estas manobras chegaram ao conhecimento público momentos antes do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano se dirigir à assembleia das Nações Unidas. "Estamos preparados para usar todo o alcance das nossas capacidades militares para defender o território dos Estados Unidos e os nossos aliados", acrescentou, ainda sobre a missão dos bombardeiros B-1B Lancer.

A Coreia do Norte já testou mais de uma dezena de mísseis em 2017 ePyongyang afirma ter já tecnologia que permite colocar uma ogiva nuclear num dos seus mísseis. Kim disse que o líder note-americano era um "dotard [junção de Donald e retard ("retardado")] com problemas mentais" e Trump a responder, chamando louco ao seu homólogo norte-coreano.


Popular

CONNECT