Discovery | Em novo trailer Klingons estão prontos para a guerra — Star Trek

Mais de meio século após o seu aparecimento em televisão, "Star Trek" regressa em formato de série, agora na Netflix.

Nova foto de Star Trek: Discovery, divulgada pela Entertainment Weekly. Agora, chegou a altura de inverter a pergunta: o que aconteceu. antes? "Discovery", que estreia nesta segunda-feira (25) no serviço de streaming Netflix, é a prova de que não faltam histórias quando se trata desse universo interestelar. Mas a surpresa não fica por aqui, para os fãs de Star Trek todos os quinze episódios de Star Trek: Discovery terão legendagem em Klingon.


Discovery acompanhará as viagens da Frota Estelar em suas missões para descobrir novos mundos e novas formas de vida, e um oficial da Frota Estelar que deve aprender que, para verdadeiramente entender tudo relacionado aos alienígenas, é preciso, antes, compreender a si mesmo. A primeira resposta estará no próprio fenómeno de culto que envolve Star Trek. A ação ocorre dez anos antes da histórica missão de cinco anos comandada pelo capitão Kirk na série original. O primeiro episódio chama-se "O olá Vulcano". Aliás, ambos apresentam currículo com passagem pelas derivações televisivas e cinematográficas de Star Trek: Fuller foi argumentista da série Star Trek: Deep Space Nine (1993-99), tendo escrito e produzido vários episódios de Star Trek: Voyager (1995-2001); por sua vez, Kurtzman participou nos argumentos de Star Trek (2009) e Além da Escuridão: Star Trek (2013), precisamente os dois títulos que relançaram a saga nas salas escuras, ambos realizados por J. J. Abrams - isto sem esquecer que Kurtzman dirigiu a nova versão de A Múmia (2017), com Tom Cruise. Os episódios contam com novos personagens, como a comandante Michael Burnham (Sonequa Martin-Green).

Berg e Aaron Harberts, Akiva Goldsman, Rod Roddenberry e Trevor Roth servem como produtores executivos.


Popular

CONNECT