Rebelião termina com 75 presos foragidos em penitenciária do PI

A rebelião ocorrida na Penitenciária Regional Luiz Gonzaga Rebelo, foi controlada por volta das 18h, após a Tropa de Choque da Polícia Militar entrar no presídio.

As equipes de recaptura já estão em atuação na cidade de Esperantina e região, tendo já prendido cerca de 20 foragidos.

Relatório preliminar do Setor de Engenharia aponta que a deterioração da unidade está em grau elevado. A Polícia Civil e a Promotoria de Justiça de Esperantina já foram acionados para investigar a causa e a motivação da rebelião.

Aproximadamente 30 agentes penitenciários e policiais militares abortaram a ação dos detentos e permanecem no local para evitar eventuais tumultos na penitenciária.


Além da Secretaria de Justiça, estão colaborando no caso a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Prefeitura de Esperantina, Ministério Público, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil, entre outros órgãos.

A Secretaria de Justiça do Estado confirmou neste sábado (7) que 75 detentos fugiram do presídio Luiz Gonzaga Rebelo, localizado em Esperantina, durante a rebelião dessa sexta-feira (6). Por questões de segurança, a Sejus não informa para onde os detentos foram transferidos. Os pavilhões A, B, C e D estão todos rebelados.

Conforme o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) Sinpoljuspi, a Penitenciária de Esperantina tem capacidade para 156 presos, mas no momento abriga 420. A Secretaria de Justiça também já iniciou os primeiros reparos emergenciais no presídio.

Em uma enquete realizada nessa quarta-feira (04) pelo Portal AZ, através da sua página no Instagram, 58% dos internautas afirmaram ser a favor do afastamento do secretário de Justiça Daniel Oliveira.


Popular

CONNECT