Presidente da Fifa diz que seria injusto Messi não vencer uma Copa

"Messi é extraordinário. Os dois marcaram uma época: os anos 80 e 90 foram de Maradona; esses últimos 10 anos, de Messi. Messi tem de ganhar um também", insistiu o presidente da FIFA.

Tanto a visita da Argentina ao Equador como a receção do Brasil ao Chile estão marcadas para as 00h30, da madrugada de terça-feira para quarta-feira. "É isso a beleza do futebol", disse Infantino, em entrevista a imprensa argenina.

"Seria injusto. Bem, você ganha Copas do Mundo se você merecer". Temos que ver quem merece em 2018, 2022.


"Mas, claro, Maradona ganhou um Mundial e Messi ainda tem de o ganhar", afirmou, ainda que saliente que há muitos bons jogadores que nunca ganharam e outros "não tão grandes" que o conseguiram fazer. E é assim, temos muitos grandes jogadores que não ganharam o Mundial, e temos muitos jogadores não tão grandes que ganharam.

Messi ou Maradona? Essa é uma questão que divide o povo argentino e também o mundo. "Não foi o seu melhor Mundial, mas fiquei logo arrebatado pelo seu talento", confidenciou o dirigente ítalo-suíço, que lidera o organismo máximo do futebol mundial desde 26 de fevereiro de 2016, lembrando que Maradona, "um futebolista absolutamente incrível pelo fez no Nápoles e pela seleção alvi-celeste", hoje em dia, colabora com a FIFA depois de anos de costas voltadas. "Nunca se lesiona. E é tão rápido que, mesmo que o queiram apanhar, não conseguem".

"Ganhou títulos sozinho, praticamente".


Popular

CONNECT