Pagamento de boleto vencido em qualquer banco é adiado

Pelo cronograma divulgado anteriormente, ontem a regra passaria a valer para os boletos de R$ 500,00 ou mais.

De acordo com a Febraban, uma das vantagens adicionais do novo sistema, que garante o registro de todos os boletos e o compartilhamento de informações sobre emissores e pagadores pelos bancos, é a eliminação do risco de pagamento em duplicidade. Na primeira etapa, os bancos passaram a aceitar o pagamento de boletos vencidos com valores a partir de R$ 50 mil.

Desde o mês passado, está liberado o pagamento das contas atrasadas iguais ou acima de R$ 2 mil. Segundo a Febraban, estes valores alcançam 3,7% dos boletos emitidos no país.

Prevista inicialmente para valer já nesta segunda-feira (9), a nova regra para pagamento de boletos vencidos abaixo de R$ 2 mil em qualquer banco foi adiada para 2018.

A Febraban justificou que o volume elevado de documentos no novo sistema, estimado em 4 bilhões de boletos por ano, fez com que o setor bancário decidisse rever o cronograma original, que previa a inclusão de todos os boletos até o fim do ano.

A nova plataforma de cobrança permitirá a identificação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) do pagador, o que facilitará o rastreamento de pagamentos. Isso porque, quando um boleto é apresentado em algum banco, o sistema informa se ele já tiver sido pago, evitando novo pagamento por engano.

"O novo sistema reduz inconsistências de dados", destaca a entidade em nota.


Popular

CONNECT