Demanda máxima pode cair 4% com adoção do horário de verão — Cemig

O horário de verão neste ano terá início no próximo domingo (15). A mudança irá acontecer no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

A possibilidade de acabar com o horario de verao neste ano foi cogitada, apos estudos do Operador Nacional do Sistema Eletrico (NOS) indicar que a medida nao proporciona economia de energia, principalmente por causa da popularizacao dos aparelhos de ar condicionado. Esse valor representa o custo evitado em despacho de usinas térmicas por questões de segurança elétrica e atendimento à ponta de carga no período de vigência desse horário.

Isso ocorre em razão das mudanças nos hábitos de utilização de energia elétrica. A economia tida no período em que o horário de verão vigora equivale à demanda de uma cidade como Brasília durante 30 dias.

A escassez de chuvas e o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas este ano pesou na decisão do governo de manter o horário de verão este ano.


Popular

CONNECT