Comandante de Batalhão da PM morre em ataque no Rio

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, no Méier, coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, morreu após ser baleado por criminosos.

Em nota, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, prestou solidariedade à família do comandante e afirmou que o estado não vai "descansar enquanto os responsáveis por esse crime hediondo não estiverem nas mãos da Justiça".

De acordo com a PM, o veículo no qual Teixeira estava, descaracterizado e conduzido por um outro PM, foi atingido por ao menos 17 tiros.

Inicialmente, a Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que estava apurando as circunstâncias da ocorrência e posteriormente, através da conta oficial no twitter, confirmou que Luiz Gustavo sofreu um atentado. O coronel deixa mulher e dois filhos.


Segundo informações, o crime aconteceu em rua do bairro do Meiér, na Zona Norte da capital carioca.

O oficial foi levado às pressas para o Hospital Municipal Salgado Filho mas não resistiu aos ferimentos. já o policial que dirigia o carro foi baleado na perna e não corre risco.

O Coronel Teixeira trabalhou na Seseg de 2011 a 2014, na então Subsecretaria de Modernização Tecnológica, hoje Subsecretaria de Comando e Controle.


Popular

CONNECT