Terremoto de magnitude 7,3 atinge a fronteira entre Irã e Iraque

- Pelo menos 61 pessoas morreram neste domingo e cerca de 300 ficaram feridas na província de Kermanshah, no oeste do Irã e fronteiriça com o Iraque, por causa de um terremoto de 7,3 graus na escala Richter, segundo os Serviços de Emergência locais.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o terremoto ocorreu 103 quilômetros a sudoeste da cidade de Sulaymaniyah, a uma profundidade de 33 quilômetros.

A TV estatal iraniana disse que autoridades iraquianas divulgaram pelo menos seis mortes e 200 feridos dentro do Iraque, embora o governo do país não tenha feito um comentário oficial.

Dou outro lado da fronteira, no Curdistão iraquiano, foi relatado que havia mais de 500 feridos por conta do terremoto. A cidade iraniana mais próxima é Sarpol-e Z̄ahāb, a 52,4 km do epicentro.


O tremor alcançou todas as província do Iraque, indicaram correspondentes da AFP, enquanto na capital, Bagdá, foi sentido durante cerca de 20 segundos. Perfis de sites de notícias iranianos postaram fotos de pessoas nas ruas e de prédios em ruínas. Foram muitos os danos em edifícios e residências em Darbandikhan, segundo o ministro.

Na manhã de segunda-feira (horário local), as autoridades ordenaram a evacuação urgente das áreas situadas sob a represa.

O Irã fica situado em uma região com diversas grandes falhas geológicas e é um dos países mais ativos do mundo sismicamente. "Mas então ouvi pessoas ao meu redor gritando 'terremoto!'".

A imagem abaixo é da cidade de Sarpol Zahab, na província de Kermanshah, no Irã.


Popular

CONNECT