Adriana Lima e Katy Perry estão fora do desfile da Victoria's Secret

Quem também teve a entrada no país negada foi a cantora Katy Perry, que iria se apresentar durante o desfile. "Consideradas ofensivas e racistas, as imagens gravadas e publicadas em fevereiro pela irmã de Gigi, Bella Hadid, provocaram uma reação on-line sete meses depois e receberam inúmeras críticas nas redes sob a hashtag "#GigiGetOutChina" (Gigi, saia da China, em português).

A modelo, que desfila para a marca de lingerie desde 2015, junta-se a Kendall Jenner que também não poderá integrar o desfile deste ano. "Amo minha família VS (Victoria's Secret) e estarei com todas as minhas garotas em espírito. Mal posso esperar para sintonizar com todos e assistir o lindo show que eu sei que será e já estou ansiosa para o próximo ano", escreveu a top.

"Estou tão chateada por não poder ir à China este ano".

"A banda foi banida há alguns anos, porque um integrante desejou feliz aniversário ao Dalai Lama no Twitter", revelou.

Há mais presenças que estão por confirmar, avança o El País, entre elas as modelos russas Julia Belyakova, Kate Grigorieva e Irina Sharipova, e da ucraniana Dasha Khlystun. Ela foi a primeira asiática a desfilar para a Victoria's Secret, em 2009.

A produção do Victoria's Secret Fashion Show está tendo uma enorme dor de cabeça para resolver poucos dias antes da gravação do evento.

Depois do desfile, Chen começará a faculdade de economia em Paris. Em seu perfil no Instagram, se descreve como 'completamente chinesa'.


Popular

CONNECT