"Despacito" domina Grammy Latino com quatro prêmios

SÃO PAULO- A música "Despacito", sucesso global de Luis Fonsi e Daddy Yankee, levou quatro prêmios do Grammy Latino, em sua 18ª edição nesta quinta-feira, 16, em Las Vegas (EUA).

Fonsi recebeu a condecoração durante a Premiere - cerimônia que antecede à grande festa transmitida pela TV - e foi às lágrimas: "Este prêmio é trabalho em equipe, há muita gente envolvida". O intérprete do hit Despasito, em parceria com Daddy Yankee, levou o maior número de prêmios da noite. Fonsi ainda dedicou os prêmios a Porto Rico, que está se recuperando da tragédia do furacão Maria.

O artista porto-riquenho Residente, que partiu como favorito com nove nomeações, obteve apenas dois galardões: melhor álbum de música urbana ("Residente") e melhor canção urbana ("Somos Anormales").

O prémio de melhor álbum do ano e de melhor álbum de salsa foi para "Salsa Big Band", do músico panamense Rubén Blades com Roberto Delgado & Orquesta.

A pianista brasileira Eliane Elías venceu, com "Dance Of Time", o galardão de melhor álbum de jazz latino; enquanto Nando Reis conquistou o de melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa com "Jardim-Pomar". A cantora colombiana levou o gramofone de Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo, graças a seu mais recente trabalho discográfico, El Dorado.

A cantora Mart'nália ganhou o prêmio de melhor álbum de samba/pagode, com "+ Misturado".

O prêmio de melhor álbum de Música Popular Brasileira foi para Edu Lobo, Romero Lubambo e Mauro Senise, por "Dos Navegantes", e o de melhor canção em língua portuguesa para Ana Vitória com Tiago Iorc, por "Trevo (Tu)". Baixe o nosso aplicativo gratuito.


Popular

CONNECT