Coalizão 'Jamaica' falha e Alemanha poderá ter novas eleições

Após quatro semanas de diálogo, o campo conservador de Merkel, o Partido Democrático Liberal (FDP) e o Partido Verde precisam ainda resolver profundas diferenças em questões como imigração e impostos, mudança climática e segurança.

Desde 18 de outubro, o União Democrata Cristã (CDU), a agremiação de Merkel, a União Social Cristã (CSU), o Partido Democrático Livre (FDP), e Os Verdes negociavam uma aliança que garantiria maioria parlamentar.

O travamento político - uma novidade em um país acostumado a coalizões de governo e construção de consensos - cria uma nuvem sobre o futuro de Merkel, embora analistas digam que nenhum dos partidos alemães tenha um concorrente óbvio para assumir o cargo.

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, enfrenta dificuldades para formar o governo para um quarto mandato. "Mas isso ainda não será seu fim". Líder parlamentar conservador, Volker Kauder afirmou que os partidos precisam decidir sobre a próxima coalizão antes da segunda-feira.

Sem uma aliança alternativa, Merkel está ficando sem opções para formar um governo estável, apesar de ter vencido as eleições de setembro, embora com um resultado insatisfatório. Essas opções podem incluir tentar recuperar o relutante Partido Social-Democrata, de centro-esquerda.


Popular

CONNECT