Nick Carter, do Backstreet Boys, nega acusações de estupro

A cantora Melissa Schuman, que participou do grupo Dream durante os anos 2000, acusou Nick Cartes, membro dos Backstreet Boys, de estupro.

"Estou chocado e triste com as acusações da Sra". Melissa nunca expressou para mim que nada do que fizemos não tenha sido consensual no período em que estivemos juntos. "É contra a minha natureza e a tudo o que eu mais prezo causar desconforto e dor intencionalmente a alguém", completou. É a primeira vez que estou a ouvir estas acusações, quase duas décadas depois.

Segundo Melissa, o autor do ataque é Nick Carter, de 37 anos, um dos membros da boy band Backstreet Boys.

Por meio de um relato em seu blog pessoal, Melissa conta que o caso aconteceu em 2002, quando ela tinha 18 anos e Carter, 22.

Em um encontro no apartamento de um amigo de Nick em Santa Mônica, na Califórnia, Melissa disse que o cantor forçou uma relação sexual, mesmo sabendo que ela ainda era virgem e isso era "contra suas convicções religiosas", segundo confirmou a americana.


Melissa explicou que o primeiro contato com Carter foi quando o cantor, por meio dos seus representantes, mostrou interesse romântico por ela, por isso ligou para a cantora em uma ocasião.

Melissa disse que Nick começou a fazer sexo oral nela, apesar de ela pedir que ele parasse. "Eu disse-lhe que me estava a guardar para o meu futuro marido", escreve na sua publicação, acrescentando que ele lhe segredava ao ouvido "Eu posso ser o teu marido".

"Então, quando ele colocou a minha mão no pénis dele, eu só pensava que aquela era a única maneira de sair dali e de acabar o que ele tinha começado", conta.

Em seguida, ele tirou as calças e pediu que ela praticasse sexo oral nele, mas ela se negou. “Ele me levou até a cama e deitou sobre o meu corpo. Ele sussurrou no meu ouvido: "'eu poderia ser seu marido'". Melissa decidiu não seguir em frente com a acusação devido a questões de dinheiro - Carter "tinha o advogado mais poderoso do país", segundo a ABC - e ao facto de ter medo de prejudicar a sua própria carreira, uma vez que Nick disse que podia prejudicá-la "profissionalmente e publicamente". "Estava feito. A única coisa que eu tinha mantido como uma virtude tinha sido arruinada".

Schuman diz que contou para muitas pessoas mas nunca teve coragem de se pronunciar publicamente, até ouvir das acusações feitas a Harvey Weinstein.


Popular

CONNECT