Senado aprova voto distrital misto em eleições para deputados e vereadores

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (21/11), por 40 votos a 13, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 345/2017, que institui o voto distrital misto para as eleições de 2018 de vereadores e deputados das esferas estadual, federal e distrital. Agora, os dois textos seguirão para análise da Câmara. O texto do relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), determina, porém, que o voto distrital misto só será adotado em municípios com mais de 200 mil habitantes. Segundo a Constituição, alterações eleitorais necessitam entrar em vigor um ano antes da próxima eleição. No distrito, só poderá ser registrado um candidato por partido.


"Antecipo que sou favorável ao sistema distrital misto, ao modelo alemão, mas antecipo que tenho dúvida em relação a essa matéria, pelo que diz claramente o caput do art. 45, mas considero a inauguração deste debate aqui por parte do Senado o tema mais central que já foi tratado nos últimos anos sobre, de fato, uma reforma política eleitoral, porque se trata de reformar o sistema eleitoral brasileiro como ele é hoje", opinou Randolfe Rodrigues. Metade das vagas vai para os candidatos eleitos por maioria simples, as restantes são preenchidas, conforme o resultado eleitoral, pelos candidatos da lista.


Popular

CONNECT