Cristiano Ronaldo o mais solidário enquanto Messi iguala recorde

A hegemonia da dupla Messi e Cristiano Ronaldo ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (24), quando o atacante do Barcelona ganhou pela quarta vez a chuteira de ouro, prêmio dado ao maior artilheiro das ligas nacionais da Europa. O astro argentino marcou 37 gols no Campeonato Português e superou o atacante holandês Bas Dost, que balançou as redes por 34 vezes pelo Sporting na edição 2016/2017 do Campeonato Português.

O jogador argentino, que recolheu o galardão das mãos do companheiro Luís Suárez, vencedor do ano passado, também falou da sua evolução como jogador. Além deles, Iniesta e Busquets também estavam na cerimônia de premiação.

Eusébio venceu o prêmio inaugural, em 1967/68, com 42 golos marcados pelo Benfica, e em 1972/73, com 40, e Fernando Gomes foi o maior artilheiro da Europa por duas vezes, em 1982/83 (36) e 1984/85 (39), ao serviço do FC Porto.

"Também noto a evolução, nunca me considerei um avançado, mas tive a sorte de ir fazendo golos e de receber prémios".


Com a nova honraria, Messi também igualou o número de troféus de máximo goleador do Velho Continente o qual possui Cristiano CR7, que recebeu este mesmo prêmio durante as temporadas 2007/2008, 2010/2011, 2013/2014 e 2014/2015.

A relação entre os dois astros que têm dominado os prémios individuais nos últimos 10 anos é sempre tema quando um dos dois é entrevistado.

"Desfrutando mais da carreira, dentro e fora de campo", o argentino atribuiu a nova conquista ao trabalho coletivo realizado junto a seus companheiros de Barça.


Popular

CONNECT