Os números de Messi e uma cláusula para impedir nova novela Neymar

Depois de meses de especulações e negociações, Barcelona e Lionel Messi anunciaram neste sábado (25 de novembro) a renovação do contrato do argentino até 2021 - o antigo vínculo do argentino acabava no fim da atual temporada. O acordo já havia sido divulgado em julho deste ano, mas ainda não tinha sido assinado e com isso, foram levantados rumores pela imprensa espanhola de uma possível transferência para o Manchester City. Para que algum clube leve o jogador, contra a vontade do Barcelona e sem aviso prévio, igual ocorreu com o caso Neymar e PSG, terá que desembolsar a bagatela de R$ 2,7 bilhões. O argentino chegou enquanto ainda era criança e foi criado dentro da base do clube, ainda é tido por muitos como o melhor do mundo e de fato, as últimas brigas têm sido entre o craque e CR7 do rival Real Madrid.

Messi está no Barcelona desde 2000, quando chegou ao 13 anos oriundo de Rosário, na Argentina.

Pelo clube, Messi está empatado com Andrés Iniesta como o maior campeão, com 30 títulos.


Com a camisola 'blaugrana', Messi apontou 523 golos em 602 jogos, e é o melhor marcador da história do FC Barcelona.

Se não renovasse até 30 de dezembro, Messi estaria livre para assinar um pré-contrato com outras equipes, ainda que fosse improvável imaginá-lo deixando o Barcelona de graça. Caso fique até o final do contrato, ele terá atuado por 17 anos de time principal.

Neste domingo (26), o craque estará em campo no duelo dos dois primeiros colocados na La Liga Santander.


Popular

CONNECT