Uma Thurman envia mensagem de Thanksgiving para todos, menos para Harvey Weinstein

Nesta quinta-feira (23) foi celebrado o Dia de Ação de Graças (Thanksgiving) nos Estados Unidos e a atriz Uma Thurman aproveitou parar deixar uma mensagem para os fãs e desejar uma boa comemoração para todos - exceto o produtor Harvey Weinstein.

A atriz Uma Thurman finalmente se posicionou sobre o assunto e afirmou, através da hashtag #metoo que também foi vítimas dos assédios de Weinstein.

No último mês, Harvey Weinstein foi acusado por várias dezenas de mulheres - incluindo Rose McGowan e Gwyneth Paltrow - de assédio sexual, mas negou todas as acusações.

Thurmanjá trabalhou com Harvey Weinstein em sete filmes, incluindo os aclamados 'Pulp Fiction'e 'Kill Bill', disse pouco ou nada e a sua reação tornou-se viral. "Não tenho nenhum 'soundbite' cuidado para lhe dar, porque eu aprendi, não sou uma criança".


"Sou grata hoje, por estar viva, por todos os que amo e por todos os que têm coragem de defender os outros". "Aprendi que, quando me expresso com raiva, geralmente me arrependo do que disse".

"Recentemente disse que estava furiosa, e eu tenho algumas razões, #metoo, caso não o tenham reparado pela minha cara", escreveu Thurman.

A fotografia escolhida mostra Uma Thurman no papel de noiva em "Kill Bill: Vol.1" (2003), de Quentin Tarantino. Então eu estou esperando sentir menos raiva e quando eu estiver pronta, eu vou falar o que preciso falar. "Eu acredito que é importante você respeitar o seu tempo, ser justo e exato, então feliz Dia de Ação de Graças para todos (exceto pra você Harvey, e todos os seus conspiradores fracos - eu estou feliz que tudo esteja se encaminhando, mesmo que devagar - você não merece nem um tiro)", diz a legenda. Por isso, feliz dia de Acção de Graças a todos!

O realizador admitiu, em Outubro, que "sabia o suficiente [sobre o comportamento de Weinstein] para fazer mais" do que fez.


Popular

CONNECT