Atleta brasileiro desaparece durante prova de natação em Fortaleza

O corpo do triatleta Genílson Santos, de 48 anos, desaparecido durante a prova de natação do Ironman Brasil, no domingo (26), foi encontrado no fim da tarde desta segunda-feira (27). O corpo, reconhecido pela filha do triatleta, Gabriela Lima, foi encontrado no Bairro Moura Brasil, em Fortaleza, após mais de 24h de busca.

De acordo com o coronel, o chip de identificação do atleta não sinalizou a saída dele da água, além de a bicicleta não ter sido retirada na transição para o ciclismo, segunda etapa da prova.

A busca começou às 9h11 do domingo, realizada pelo Ciopaer, Corpo de Bombeiros e Capitania dos Portos no trecho entre a Praia Formosa (local da largada), nas proximidades do hotel Marina Park, até a Barra do Ceará.

- Ele (o cadáver) emergiu, aparentemente ele estava preso às pedras onde a gente suspeita mesmo.


Genilson desapareceu durante a prova de natação, primeira das três modalidades que compõem o triatlo, da 4ª edição do Ironman Fortaleza que ocorreu no último domingo (26). Segundo a nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP), as buscas iniciaram às 9h da manhã, quando o competidor não retornou a costa para continuar os outros desafios. Grupos se espelharam pelo litoral de Fortaleza até Cumbuco, distante 35km da capital cearense.

Na edição 2017 do Ironman em Fortaleza, a largada estava prevista para 6 horas (de Fortaleza), para um percurso de 1,9 km de natação, seguido por 90 km de ciclismo e 21,1 km de corrida, em um percurso técnico, plano e rápido. O evento classificou 30 atletas para o Ironman 70.3 World Championship 2018, programado para Mandela Bay, na África do Sul.

Participaram 1200 atletas de 14 países na competição.


Popular

CONNECT