Contas do governo têm saldo positivo após seis meses no vermelho

O governo registrou superávit primário de R$ 5,19 bilhões em outubro deste ano, informou nesta terça-feira (28) a Secretaria do Tesouro Nacional.

De janeiro a outubro o déficit é de R$ 103 bilhões, de acordo com o resultado primário divulgado há pouco pelo Tesouro. Esse é o primeiro resultado positivo desde abril deste ano. Em igual período do ano passado, esse mesmo resultado era negativo em R$ 60,362 bilhões. Também houve a injeção de R$ 1,1 bilhão em mais precatórios não sacados. São R$ 12 bilhões de hidrelétricas, pagos em novembro, e R$ 10 bilhões de concessões de petróleo e R$ 3 bilhões de aeroportos previstas para dezembro.

Isso significa que as receitas do governo com impostos e contribuições superaram as despesas em R$ 5,19 bilhões no mês passado.

Apesar das contas terem retornado para o azul, o resultado foi menor que o saldo positivo de outubro de 2016, quando o superávit somou R$ 40,81 bilhões. No ano, o superávit primário acumulado nas contas do Tesouro Nacional (com BC) é de R$ 51,977 bilhões.

Já as despesas totais cresceram 1% em termos reais na comparação com os dez primeiros meses do ano passado, para R$ 1,02 trilhão. Já no acumulado do ano, o resultado foi negativo em R$ 155,221 bilhões. Já as despesas tiveram alta real de 4,7%.


Popular

CONNECT