Putin confirma recandidatura às eleições presidenciais de 2018

"Vou apresentar a minha candidatura ao cargo de presidente da federação Russa", confirmou Vladimir Putin esta quarta-feira.

Essa será a quarta vez que Putin concorrerá a pleitos presidenciais. De manhã, o Presidente russo tinha sido questionado sobre a possibilidade de se recandidatar durante uma cerimónia de atribuição de prémios em Moscovo, mas recusou dar uma resposta concreta.

A multidão respondeu com um sonoro "Sim!", sob uma chuva de aplausos. Com uma taxa de popularidade de 80%, o presidente, no poder há 17 anos, tem a vitória praticamente assegurada.

O atual Presidente russo ocupa desde 1999 as principais posições de poder no Kremlin.

Putin cumpriu dois mandatos entre 2000 e 2008, foi depois primeiro ministro durante os quatro anos de Medvedv no Kremlin e voltou à presidência em 2012, cargo que quer agora prolongar. Ele recebeu inúmeras sentenças judiciais e passou vários períodos curtos em detenção.

O seu futuro político é pouco claro: a comissão eleitoral excluiu a sua participação nas eleições devido a uma condenação por desvio de fundos públicos, o que ele nega.

Putin deverá enfrentar nas eleições presidenciais os tradicionais candidatos do Partido Comunista e os nacionalistas do LDPR, bem como a estrela de televisão Ksenia Sobtchak, próxima da oposição e que espera atrair os votos dos russos insatisfeitos com a situação do país.


Popular

CONNECT