Copom decide cortar Selic de 7,50% para 7,00% ao ano

Os juros para a linha BB Giro Digital também ficarão mais baixos. Nesta quarta-feira, o Banco Central cortou 0,5 ponto percentual da chamada taxa Selic chegou a 7% ao ano.

A indicação do BC de que pode continuar cortando o juro veio no penúltimo parágrafo do documento. A principal delas é a da Previdência. De abril a setembro, o Copom reduziu a Selic em um ponto percentual.

"Uma frustração das expectativas sobre a continuidade das reformas e ajustes necessários na economia brasileira pode afetar prêmios de risco e elevar a trajetória da inflação no horizonte relevante para a política monetária", disseram os diretores, que justificaram que o quadro pode se tornar ainda mais grave. Risco que se intensifica no caso de reversão do cenário externo favorável para economias emergentes.

Mas completou em seguida: "essa visão para a próxima reunião é mais suscetível a mudanças na evolução do cenário e seus riscos que nas reuniões anteriores".

Diante da conjuntura, a maioria dos agentes econômicos já esperava nova dose de afrouxamento monetário em fevereiro, primeira reunião do Copom em 2018. "Para frente, o Comitê entende que o atual estágio do ciclo recomenda cautela na condução da política monetária".

Essa decisão tomada nesta quarta-feira era esperada pelo mercado financeiro. Somente em outubro do ano passado, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia. Nos 12 meses terminados em outubro, o índice acumula 2,7%, abaixo do piso da meta de inflação, que é de 3%.

Ao elevar seu patamar, o BC segura o excesso de demanda que faz os preços aumentarem, pois juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança, ao mesmo tempo em que estabelecem uma espécie de barreira em relação a altas na inflação.


Popular

CONNECT