Rocha Loures, o 'homem da mala', vira réu

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) se tornou réu no processo relacionado à mala com R$ 500 mil recebida em um restaurante em São Paulo, em abril deste ano, de Ricardo Saud, executivo da JBS.

A decisão de acolher a denúncia foi tomada pelo juiz Jaime Travassos Sarinho, substituto na 10ª Vara Federal de Brasília. Loures vai responder ao processo na Justiça Federal de Brasília pelo crime de corrupção passiva. A denúncia apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) cita o presidente Michel Temer, já que Loures era o operador do presidente para assuntos do grupo J&F.


De acordo com a PGR, o valor entregue foi oferecido pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, e representava apenas uma fração do montante total que a empresa pretendia pagar ao presidente Michel Temer: até R$ 38 milhões ao longo de nove meses.


Popular

CONNECT