Julgamento de Lula em 2ª instância é marcado para janeiro

Lula foi condenado pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pelos julgamentos da Lava Jato em primeira instância, em julho.

Lula da Silva vai ser julgado no dia 24 de janeiro em segunda instância no caso do apartamento tríplex no Guarujá, decidiu o Tribunal Regional Federal de Porto Alegre.


O ex-presidente lidera todos os cenários nas pesquisas de intenção de voto para o Palácio do Planalto, com mais de 15 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC).

A defesa de Lula, no entanto, pondera ainda recorrer ao Supremo Tribunal de Justiça e outras instâncias, no sentido de adiar a decisão para lá do prazo de registo de candidaturas - que é em agosto. Pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, o ex-presidente acabou condenado a nove anos e seis meses. O ex-mandatário nega ser proprietário do imóvel. Desta vez, os advogados afirmam que, ao participar de um evento de compliance na Petrobras, no dia 8 de novembro, houve quebra da imparcialidade por parte de Moro.


Popular

CONNECT