Senadora Kirsten Gillibrand exige renúncia de Trump por assédio sexual

Durante a campanha presidencial de 2016, Trump foi acusado por outras 13 mulheres, bem como pelas três que falaram na segunda-feira.

Trump não respondeu a exigências anteriores de demissão avançadas por três senadores homens, o independente Bernie Sanders, do Estado do Vermont, e os democratas Cory Booker, de Nova Jérsia, e Jeff Merkley, do Oregon.

Na segunda-feira, três mulheres que acusaram Trump de assédio durante a campanha eleitoral do ano passado, voltaram a se pronunciar sobre o caso, na esteira da repercussão da campanha #metoo, que tornou público casos de assédio de diversas personalidades, como o produtor cinematográfico Harvey Weinstein, o ator Kevin Spacey, políticos e jornalistas.

Segundo o

Horas depois, foi a senadora democrata Mazie Hirono, eleita pelo Estado do Havai, a reclamar a resignação de Trump, declarando que a mensagem deste no Twitter contra Kirsten "era mais outro exemplo da sua misoginia".

Numa entrevista à NBC, as mulheres que acusam Trump de assédio sexual exigiram a abertura de um inquérito no Congresso norte-americano.

Crooks, que afirma que Trump a beijou na boca em 2005 na Trump Tower, exortou os legisladores a "deixar de lado suas afiliações partidárias e investigar a história de má conduta sexual do Sr".

Rachel reforça que "o correto seria Donald Trump renunciar, mas não acho que o faça".

No total, 54 congressistas apoiaram o pedido das denunciantes para a instalação de uma investigação. O único pedido que deixa ao Congresso é "que se encarregue disso".

"O presidente Trump cometeu abuso de acordo com estas mulheres".

Na véspera, Gillibrand disse que Trump deveria resignar, porque há acusações credíveis contra ele.

O senador democrata Ron Wyden também apoia a realização de uma investigação no Congresso e defende que "ninguém está acima da lei". Mais de cem deputados e deputadas democratas - o partido de oposição - estão pedindo a um comitê da Câmara que investigue as acusações de assédio sexual contra o presidente, que voltaram a ser divulgadas.

Numa rede social, ele disse que até pouco tempo Gillibrand implorava a ele por dinheiro para campanhas políticas, e que ela faria qualquer coisa para conseguir o dinheiro, o que soou como uma insinuação grosseira.


Popular

CONNECT