Lucho González nega ter tentado matar mulher e fala em suicídio

De acordo com a reportagem, Andreia da Silva Marques, diz que o jogador a tentou matar dia 8 de dezembro.

O antigo futebolista do FC Porto diz mesmo que, naquele dia, impediu que Andreia se suicidasse.

A alegada vítima relatou a agressão a vários meios de Comunicação Social da Argentina: "Ele tentou asfixiar-me e cortou os meus pulsos, pendurou-me na varanda e chamou os meus filhos para me verem cair. Pegou ele num braço e o atirou no chão", disse a portuguesa. Fiquei toda pisada e com os pulsos todos cortados.

A versão de Lucho González bate com o depoimento da governanta do casal à delegacia da mulher. Segundo sua esposa, no entanto, o atleta de 36 anos acabou sendo demitido após o clube de Curitiba ficar sabendo do caso. O internacional argentino confirma que teve uma discussão com a mulher, mas porque esta estaria sob influência de substâncias estupefacientes. O jogador garante que Andreia Marques está com uma depressão e que se tentou atirar da varanda.


"Além do quadro depressivo, Andreia possui compulsão por compras, motivo pelo qual sempre realizou gastos excessivos durante a relação", começou por explicar em declarações reveladas pelo portal UOL Esporte. Após ser agredida, ela foi para o hospital, onde recebeu os cuidados. Nesse momento, Lucho percebeu que Andreia estava com os passaportes de toda a família no seu bolso, o que lhe causou certa estranheza.

"O meu marido, Lucho González, tentou me matar". "Com este cenário, Lucho correu até o local, logo abaixo da varanda para que, caso Andreia efetivamente se lançasse, pudesse segurá-la".

A versão é corroborada pela governanta do casal, em depoimento feito à polícia brasileira. De acordo com a governanta, tudo isto foi feito na presença dos dois filhos do casal.


Popular

CONNECT