Brasil. Demitiu-se ministro do Trabalho para tentar ser deputado em 2018

Pedro Fernandes foi indicado justamente porque não irá concorrer em 2018, dando lugar ao filho.

O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) deve ser o novo ministro do Trabalho, no lugar de Ronaldo Nogueira, também do PTB, que pediu demissão do cargo nesta quarta-feira, afirmou o líder do partido na Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO).

Numa carta apresentada ao chefe de Estado brasileiro, Ronaldo Nogueira disse que deixava o cargo porque pretende candidatar-se e ser reeleito deputado nas próximas eleições, que serão disputadas em Outubro de 2018. O Palácio do Planalto confirmou que a demissão foi acertada em reunião do ministro com o presidente Michel Temer e líderes políticos. A saída do ministro será oficializada no Diário Oficial da União da próxima sexta-feira (29/12). Depois de sete meses consecutivos de dados positivos, o fechamento de vagas formais superou a abertura, com exceção do setor de comércio.

O presidente disse a assessores que até março -prazo para que os candidatos saiam dos cargos que ocupam- trocará os ministros que disputarão as eleições. O ministro ficou conhecido por criar uma portaria que alterava as regras de fiscalização do trabalho escravo, flexibilizando as características que definiriam o trabalho análogo à escravidão.

O novo ministro está no quinto mandato de deputado federal.

O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) assume o Ministério do Trabalho no dia 4 de janeiro. Nas duas denúncia contra o presidente Temer, ele votou pelo arquivamento.


Popular

CONNECT