Etíope vence a São Silvestre e Brasil tem pior desempenho desde 2011

Já Ederson Vilela afirmou que é preciso repensar onde os brasileiros estão errando. "Foi um começo forte, como todos os outros, só que não consegui acompanhar o ritmo inicial deles, vou levar para 2018 mais um aprendizado". O atleta da Etiópia, que já havia sido campeão em 2014, acelerou nos 5km finais de prova e conquistou o bicampeonato da São Silvestre, com o tempo de 44m15s.

O etíope Belay Bezabh terminou em segundo lugar, seguido pelo queniano bicampeão da prova Edwin Rotich.

O Brasil ficou longe do pódio no masculino e no feminino. A melhor colocação foi o 10º lugar de Joziane Cardoso.

O brasileiro melhor posicionado na corrida, Ederson Vilela Pereira, concorda que é preciso diferenciar os treinamentos para alcançar o pódio. Desde que Marílson Gomes dos Santos cruzou a linha de chegada da São Silvestre como o vencedor da edição de 2010, o Brasil não sabe o que é ter um ganhador na São Silvestre. No feminino, Lucélia Peres foi a última brasileira campeã, em 2006, ano que teve dobradinha dos anfitriões com Franck Caldeira. "Estou feliz por ter sido a primeira brasileira, este ano tenho obtido boas colocações". Estou conseguindo chegar ao pódio nas principais competições nacionais e foi muito bom fechar a São Silvestre desta forma. Dedicar no ano que vem para que consiga estar entre as cinco.

O início da disputa feminina poderia propor que a briga seria apertada.

Na prova, Filomena Cheyech foi se desgarrando e no km 8 já tinha uma enorme vantagem na liderança.

Sobre a corrida pelo pelotão de elite, Joziane fez questão de exaltar o sucesso das quenianas, que tiveram uma representante em primeiro lugar e outra fechando o pódio, em quinto: Flomena Cheyech e Paiskalia Chepkorir. Mas ela venceu de maneira soberana e foi muito festejada ao cruzar a linha de chegada. Estou feliz com meu resultado, mas falta muito ainda. Corri sozinha, mas não foi fácil.

- Treinei muito forte e agradeço a Deus por ter me saído bem. Neste ano estava mais bem treinada e fui confiante - disse Flomena. Em segundo lugar, chegou a etíope Sintayehu Lewetegn HaileMichael com o tempo de 50 minutos e 55 segundos.


Popular

CONNECT