Caixa retoma financiamento imobiliário mais barato nesta terça-feira

Quem está em busca da casa própria tem uma boa notícia para começar o ano.

A Caixa Econômica Federal retomou nesta terça-feira (2) a linha de financiamento habitacional Pró-Cotista, destinada à compra de imóveis a juros baixos por trabalhadores que têm conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Além disso, o banco elevou o limite de financiamento de 50% para 70% para imóveis usados, ou seja, foi diminuída a exigência da entrada para financiar imóveis usados, de 50% para 30%.

A linha Pró-Cotista havia sido suspensa em junho do ano passado após todo o recurso disponibilizado para 2017 ter sido utilizado. Para unidades novas, foi mantido o percentual de 80% na cota do financiamento.


Em 2017, de acordo com a instituição, havia um orçamento previsto "de R$ 84 bilhões para toda a carteira imobiliária, sendo R$ 6,1 bilhões para a linha pró-cotista".

Para se enquadrar na linha pró-cotista, os interessados devem comprovar, no mínimo, 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS (não necessariamente consecutivos) ou saldo de, no mínimo, 10% do valor da avaliação do imóvel. A taxa só não é inferior à do programa Minha Casa, Minha Vida.

Não podem ser proprietários de imóvel no município (ou região metropolitana) onde moram ou trabalham, nem terem financiamento no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) em qualquer parte do país. Na ocasião, a Caixa informou que "os recursos disponibilizados para a referida linha já foram utilizados" e que, "nos primeiros 6 meses desse ano, foram emprestados mais que todo ano de 2015".


Popular

CONNECT