"Não há motivo para contestação a Rui Vitória" — Jorge Jesus

Treinador leonino lançou esta terça-feira o jogo desta quarta-feira no Estádio da Luz, para a 16.ª jornada da I Liga. É um jogo apaixonante e emocionante.

Enquanto a aspiração de o Sporting se sagrar campeão, 15 anos depois da última conquista, não será muito afetada em caso de derrota, os anfitriões ficarão em situação delicada caso saiam derrotados, desde logo pelo facto de isso acontecer no seu próprio estádio. "Precisamos, apenas, do vosso amor eterno, do vosso apoio constante, de união e coesão, contra tudo e contra todos os que nos quiserem mal", acrescentou.


Questionado sobre o mau ambiente que se vive entre os dois rivais de Lisboa, Jorge Jesus garantiu que a rivalidade "irá sempre existir". A rivalidade faz parte do jogo e da paixão, também. "É esse o respeito que vou ter pelo meu adversário e colega".

O técnico da equipa de Alvalade mostrou-se confiante na vitória leonina, garantido que o Sporting tem todas as capacidades para sair do Estádio da Luz com os três pontos. "As equipas grandes estão sempre pressionadas, umas vezes em cima e outras em baixo. Mas isso faz parte do conteúdo do treinador do Sporting, Benfica ou Porto e dos seus jogadores", explicou. Ganhei uma, perdi outra e amanhã é o desempate", atirou, confessando que este tipo de jogos é dos que lhe dá mais gozo: "Mais gozo é jogar com Barcelona, Real Madrid, Benfica, FC Porto. é normal, são os chamados jogos grandes. O que me importa é que jogadores e treinadores possam ter cada vez mais capacidade para proporcionar jogos criativos. "Não envio emails para ninguém nem ninguém para mim", vincou, confessando não acompanhar o que se escreve na imprensa ou nas redes sociais. "Isso que se passa nos bastidores passa me completamente ao lado", concluiu.


Popular

CONNECT