IMI desce em 52 concelhos e sobe em nove

O imposto municipal sobre imóveis (IMI) vai descer em 52 concelhos, na sequência das promessas feitas durante a campanha eleitoral para as autárquicas de Outubro. Mas em alguns casos, as descidas são quase simbólicas, como Arruda dos Vinhos que baixou o IMI de 0,389% para 0,385%.

Também o número de autarquias a aderir ao IMI familiar vai bater um recorde este ano, com 232 câmaras a beneficiarem as famílias com mais filhos.

De acordo com a edição do "Diário de Notícias" desta segunda-feira, 61 municípios decidiram alterar o valor cobrado de IMI, dos quais 52 decidiram baixar o imposto e nove optaram por aumentar.

O IMI começa a ser pago em abril, mas as autarquias tinham que comunicar a taxa até 31 de dezembro.

Ainda de acordo com o levantamento feito pelo Dinheiro Vivo, há cada vez mais autarquias a permitirem descontos no IMI aos residentes que têm dependentes.

As autarquias podem variar a taxa de IMI que cobram entre os 9,3% e os 0,45%, mas em caso de desequilíbrio financeiro, como se verifica, por exemplo, em Portimão e Santarém, a taxa tem de estar no valor máximo de 0,5%.


Popular

CONNECT