Coreia do Norte vai participar nos Jogos Olímpicos de Inverno

As Coreias do Norte e do Sul reabrirão a "linha vermelha" de comunicação entre os militares, sendo a primeira vez em dois anos que os debates de alto nível voltarão a ser realizados, informa a agência sul-coreana de notícias Yonhap. Fontes não identificadas citadas pela Kyodo apontaram que o propósito da viagem poderia ser discutir com o Comitê Olímpico a possível participação da Coreia do Norte nos Jogos de Pyeongchang.

"A expectativa é excelente, então nossa opinião é que devemos divulgar completamente as negociações para que elas possam ser entregues em tempo real para toda a população", disse Ri Son Gwon durante o encontro.

Na última segunda-feira, na mesma mensagem de Ano Novo, Kim Jong-Un pediu à Coreia do Norte que produza em massa ogivas nucleares e mísseis balísticos.

O simbolismo pode se repetir a exemplo do que aconteceu em Sidney 2000, Atenas 2004 e nas Olimpíadas de Inverno em Torino.

Segundo o ministro sul-coreano, além de representantes do regime, a Coreia do Norte vai também enviar atletas aos Jogos Olímpicos de Inverno, bem como apoiantes, jornalistas e uma equipa de taekwondo para realizar exibições durante o evento.

A Coreia do Norte enviou ao Sul sua lista de participantes nas primeiras conversações entre os dois Estados em mais de dois anos, anunciou Seul neste domingo (7).

O nome do local de negociações dentro da zona desmilitarizada entre o Norte e o Sul, a Casa da Paz, fez jus ao seu título.

Nas conversações, a Coreia do Sul propôs uma reunião para o próximo mês entre membros de famílias que foram separados pela Guerra (1950-1953), mas o Norte ainda deve se pronunciar sobre a proposta.

Pelo andar da carruagem, a Olimpíada de Inverno no próximo mês será a mais emocionante da história.


Popular

CONNECT