Brasil embarca 2618 milhões de sacas de café em janeiro, diz MDIC

Apesar do resultado positivo, comparando os dados da balança comercial do Brasil de dezembro do ano passado com os de janeiro nota-se uma queda de 12,3% das exportações e subida de 2,5% das importações.

Brandão destacou que, em janeiro, as exportações foram recordes para o mês da série histórica (1989).

A balança comercial registrou uma média diária de exportação, em janeiro, de US$ 677,6 milhões. Em receita, o País faturou US$ 130,3 milhões com os embarques da pluma em janeiro, montante 166% superior ao total de US$ 49 milhões registrado um ano antes. Olhando para os meses de janeiro, ficou atrás apenas do superavit obtido em 2006, de US$ 2,835 bilhões.

O Governo brasileiro informou que no primeiro mês do ano as exportações totalizaram 16,9 mil milhões de dólares (13,5 mil milhões de euros), um crescimento de 13,8% sobre igual período de 2017.


As importações, por sua vez, cresceram em um ritmo ainda mais acentuado, na esteira da retomada econômica.

Avançaram, nesta comparação, as importações de bens intermediários (+5,8%), de combustíveis e lubrificantes (+96,3%), de bens de consumo (+19,2%), e de bens de capital, que são as máquinas e equipamentos para produção (+11,4%).

Ele estima que a conta petróleo feche o ano de 2018 com superávit, mas em valor abaixo do registrado em 2017 (cerca de US$ 4 bilhões).


Popular

CONNECT