Recorde. Portugal recebeu perto de 21 milhões de turistas em 2017

Resultados preliminares de 2017 sobre a actividade turística divulgados esta quarta-feira pelo INE indicam que a hotelaria nacional registou 20,6 milhões de hóspedes que totalizaram 57,5 milhões de dormidas, correspondendo a subidas de 8,9% e 7,4%, respectivamente, face a 2016. "As dormidas dos mercados externos evidenciaram um aumento de 8,6% em 2017 (+11,5% em 2016) e totalizaram 41,6 milhões de dormidas", revela o INE, evidenciando que no conjunto do ano, todas as regiões apresentaram aumentos nas dormidas, sobressaindo a RA Açores (+15,8%) e o Centro (+14,5%)". Foi o mercado externo que mais contribuiu para estes acréscimos, representando 72,4% das dormidas totais no ano passado.

No que diz respeito à performance por mercado emissor, o Reino Unido continua a registar maior quota nas dormidas de mercados internacionais, com 22,3% e cresceu 1,1% em 2017.

Por outro lado, com 1028 milhões de euros de proveitos totais, os estabelecimentos hoteleiros do Algarve asseguraram uma quota de 30,3%.


Os proveitos da hotelaria tiveram em dezembro um aumento expressivo 18,1% (16,4% em novembro) e em valor absoluto ascenderam a 160,2 milhões de euros.

Os campos de golfe voltaram a bater recordes na região em 2017, ao registarem 1.340.891 voltas de golfe, um incremento de 5 por cento face ao ano anterior. O mês de outubro foi o preferido dos golfistas, acumulando um máximo histórico de 170 mil voltas (+6%). Desidério Silva salienta ainda o "crescimento sustentado do setor fora da época alta do verão, fruto da aposta diversificada no turismo de natureza, na cultura e na gastronomia e vinhos, além dos campos de golfe internacionalmente premiados e do principal atrativo turístico da região, as melhores praias da Europa".


Popular

CONNECT