Avião com 66 a bordo cai no Irã; não há sobreviventes

A aeronave desapareceu do radar cerca de 20 minutos depois de ter decolado do aeroporto de Teerã com destino à cidade de Yasuy, de acordo com as informações que o porta-voz de Emergências iraniano, Moytaba Khaledi, deu à agência Isna. A bordo do ATR-72, seguiam 60 passageiros (entre eles uma criança), dois seguranças, dois comissários de bordo, o piloto e o co-piloto.

A região montanhosa de Samirom fica no sul da província de Isfahan.


Tudo indica que o acidente foi causado pelas condições climatológicas, precisamente por nevoeiro e vento registrados nessa região. Um helicóptero de resgate foi enviado ao local porque "devido ao relevo montanhoso da região é impossível enviar ambulâncias", informou Mojtaba Jaledi, porta-voz dos serviços de resgate.

O acidente eleva o número de registros de problemas com segurança envolvendo as companhias aéreas iranianas, que têm lutado para adquirir peças e comprar novos aviões, em meio às sanções há muito impostas ao país. A mesma companhia também assinou o maior contrato em 40 anos com a americana Boeing, para a aquisição de 80 aparelhos a fim de substituir a frota envelhecida. 39 pessoas morreram na queda de um Antonov 140 da companhia aérea Sepahan. Três anos antes, outro avião comercial caiu durante uma tempestade de neve no norte do país, o que provocou a morte de 77 pessoas.


Popular

CONNECT