Declaração do Imposto de Renda 2018 começa amanhã; confira as mudanças

Os contribuintes já têm à disposição o programa de preenchimento de informações para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2018.

Há três maneiras de declarar IR em 2018.

Inicia nesta quinta-feira o período para declaração do Imposto de Renda deste ano. Para realizar o download do programa, você pode acessar o link que foi disponibilizado acima no tópico "Quais grupos que devem declarar o Imposto de Renda de 2018". É necessário o uso do certificado digital se for utilizar esse ambiente. Esse acesso pode ser feito pelo contribuinte ou seu representante com procuração eletrônica ou a procuração de que trata a IN RFB nº 1751, de 2017.

Quer investir melhor o seu dinheiro?

Está obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017.

A Receita Federal espera a entrega de 312 mil declarações do Imposto de Renda no Amazonas.


- Residentes no Brasil que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. As deduções estão limitadas a R$ 2.275,08 por dependente. Para veículos, será pedido o Registro Nacional de Veículo (Renavam).

Na opção simplificada, todos os rendimentos tributáveis são somados e, sobre o valor da soma, é concedido um desconto de 20% sobre a base de cálculo do imposto, limitado a R$ 16.754,34. Até o ano passado, a norma era informar o documento de crianças com mais de 12 anos.

Já no modelo completo, destaca-se despesas como plano de saúde, pagamentos escolares e gastos com dependentes.

Vale ressaltar ainda que não é possível mudar a forma de tributação (completo ou simplificado), após o prazo legal de entrega da Declaração, mesmo que a inclusão dos novos rendimentos torne mais vantajosa a entrega da declaração em modelo diverso do escolhido na entrega da Declaração Original. Ao optar por este formato, o contribuinte recebe valores prontos e deve apenas confirmar. O imposto pode ser pago à vista ou em até oito vezes, desde que o valor de cada prestação seja maior que 50 reais e que o valor total seja maior que 100 reais.

Se o contribuinte parcelar o IR, ele precisa pagar a primeira prestação até o dia 30 de abril. As demais devem ser pagas até o último dia útil de cada mês conseguinte, acrescidas de juros.

O programa também permite a impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagar todas as quotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.


Popular

CONNECT