Dodge pede que Segovia seja afastado se falar sobre Temer

Embora ele não conste do rol de investigados, seu nome é citado diversas vezes em relatórios da Polícia Federal no inquérito.

A PGR frisou que, conforme o regimento interno da PF, Segovia tem função administrativa, ou seja, sem atribuição para conduzir investigações, portanto não deve fazer manifestações públicas a respeito da apuração contra Temer.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou o inquérito que investiga o presidente Michel Temer por 60 dias.


"Há inúmeros exemplos de situações indesejáveis que podem ser causadas pelo decurso do tempo, como o esquecimento dos fatos pelas testemunhas, o descarte de registros, a eliminação de filmagens, entre outros, a ocasionar, desnecessariamente, o que a doutrina denomina de "prova difícil", argumenta a procuradora-geral da República". Em resposta, Barroso apontou que Segovia já manifestou a ele o compromisso de não interferir em qualquer medida. "Embora o objetivo tenha sido nobre, o deferimento de prorrogação de prazo sem prévia manifestação do titular da ação penal acaba por atrapalhar o próprio andamento da apuração, pois prejudica o conhecimento por parte do Parquet [MP] da linha investigatória desenvolvida e do estágio das investigações", afirmou. Dodge negou requisitar ao STF o pedido feito pelos investigadores.

Em junho do ano passado, o inquérito contra Temer foi aberto por solicitação do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e teve sua abertura autorizada por Barroso - relator do caso - em setembro. A PGR confirma a decisão, mas não informa quais foram os alvos das quebras de sigilo.

Além do emedebista, são investigados no inquérito dos portos o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), Antonio Celso Grecco e Ricardo Mesquita, dono e diretor da empresa portuária Rodrimar, respectivamente. O ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures e o coronel da Polícia Militar, João Baptista, Lima tiveram a quebra de sigilo decretada, menos o presidente da República.


Popular

CONNECT