Técnico do Santos vê Corinthians em vantagem

O Santos volta a campo pela Libertadores na quinta-feira do dia 15, às 19h15 (de Brasília), em partida contra o Nacional, do Uruguai, no Pacaembu.

Na madrugada desta quarta-feira (28), a delegação do Santos desembarcou em Lima, capital do Peru, para o começo da preparação até a estreia na Libertadores, contra o Real Garcilaso.

Após a partida, o técnico Jair Ventura não se mostrou surpreso com a postura do time da casa, mas apontou um fator que complicou a vida de sua equipe. O tropeço marcou a primeira derrota do atacante Gabriel desde seu retorno ao clube paulista no mês passado. Copete é um jogador esforçado mas não tem dado conta do recado. "Ainda temos que melhorar muita coisa". Apenas 8 atletas que estarãoi em Cusco já atuaram a mais de 3 mil metros do nível do mar. São eles: Vanderlei, Lucas Veríssimo, Copete, Renato, Vitor Bueno, Léo Cittadini, Jean Mota e David Braz. Por isso, os duelos com o time peruano podem ser um fator desequilibrador no momento de definição dos classificados às oitavas de final.


Antes do tropeço em Cusco, o Santos jogou mais quatro vezes na altitude neste período: foram duas derrotas em 2012, ambas por 2 a 1, contra Bolívar e The Strongest, da Bolívia. O time tem cinco pontos de vantagem para o Botafogo de Ribeirão Preto e seis do Red Bull Brasil e uma vitória no clássico garante o time nas quartas de final. Naquela oportunidade, o time peruano tinha o argentino Óscar Ibáñez como seu goleiro - hoje, ele é o técnico do Real Garcilaso. São detalhes que estão no nosso conhecimento.

Na segunda etapa o panorama permaneceu o mesmo, com diversas chances criadas, o Real Garcilaso parou nas excelentes defesas de Vanderlei. Disputei Libertadores começando cedo e fui longe, sendo eliminado para o campeão.

Ele ainda chamou a atenção para o foto do Corinthians, que também jogou fora de casa pela Libertadores, ter tido um dia a mais para descansar, mas que isso é algo que deve ser superado.


Popular

CONNECT