Santos FC empata com Corinthians — Paulista

No banco de reservas estão a disposição do técnico Fábio Carille, o goleiro Caíque França; o zagueiro Pedro Henrique; o lateral Juninho Capixaba; o volante Ralf - pela primeira vez relacionado no seu retorno ao Corinthians.

O time praiano volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, quando visita o Novorizontino pelo Paulistão.

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Léo Citadini e Vecchio (Vitor Bueno); Copete (Arthur Gomes), Eduardo Sasha e Rodrygo (Diogo Vitor). O impasse durou cerca de 50 minutos e o jogo recomeçou depois que a energia no estádio foi restabelecida. Embora não tenha participado do lance do gol, foi o corintiano mais perigoso no Pacaembu.

O time da capital abriu o placar ainda no primeiro tempo, com Renê Júnior, contando com desvio de Léo Cittadini.


O Corinthians chegou a ter uma boa chance aos 15, de novo com Renê Júnior.

Santos x Corinthians terá transmissão ao vivo da TV Globo para o Distrito Federal e São Paulo. O primeiro saiu logo aos dois minutos, com Daniel Guedes cruzando perigosamente pela direita e Copete não conseguindo concluir por centímetros.

O clássico teve uma atmosfera digna da sua história no pré-jogo, com estádio lotado e duas equipes ligadas desde o começo. Na melhor, Cittadini cabeceou rente à trave de Cássio. Aos 40, Rodriguinho passou para Maycon, livre, que chutou forte, mas para fora. Neste domingo (4), diante do Corinthians, o jovem de 21 anos estreou na temporada com um gol marcante e arrancou empate para os santistas no Pacaembu. Na melhor delas, Vecchio fez uma acrobacia e quase anotou um golaço, mas Cássio fez grande defesa em seu canto direito e salvou a meta corintiana. Minutos depois o Peixe ainda teve um pênalti não marcado, o que gerou revolta e muitas reclamações ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Na primeira, Daniel Guedes tirou em cima da linha e na segunda, Vanderlei fez defesa milagrosa. No rebote, Balbuena isolou. Aos 41 minutos, após muito tentar por cima e em mais um cruzamento, dessa vez pela esquerda, Cássio saiu muito mal, não conseguiu segurar e a bola sobrou livre para Diogo Vitor, que havia acabado de entrar e reestreou muito bem, chutando com muita força para deixar tudo igual. No futebol, dentre tantas leis e regras que não existem explicações lógicas, uma delas é que existe uma tal "lei do ex" em que um jogador, quando enfrenta um clube que defendeu, sempre vai marcar um gol.


Popular

CONNECT