Intoxicação mata mãe e deixa duas crianças em estado grave

Fonte da Polícia Judiciária (PJ) adiantou esta segunda-feira à agência Lusa que as primeiras investigações excluíram a possibilidade de intervenção de terceiros, restando "dois cenários principais", um deles ter-se tratado de um acidente.

Elisabete Simões teria historial de problemas psicológicos e as autoridades não descartam que tenha posto fim à vida, tentando também pôr termo à vida das filhas.


Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas na manhã deste domingo em Borba, na sequência de uma intoxicação por monóxido de carbono. A mulher encontrava-se em paragem cardio-respiratória quando foi encontrada pelos bombeiros e acabou por morrer no local.

A mulher de 45 anos foi transportada para o Estremoz tendo sido declarado o óbito a Sul de Estremoz, enquanto a crianças de 15 anos foi transportada em estado grave pelo helicóptero do INEM para o Hospital de Évora, ficando a aguardar a terceira vítima no local para ser transportada de helicóptero. As operações de socorro mobilizaram os bombeiros de Borba, a GNR e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num total de 23 operacionais, apoiados por oito veículos e um helicóptero.


Popular

CONNECT